- Papo de Leigo

sábado, 29 de setembro de 2018

Samsung Galaxy Note 9 fica com a quinta melhor autonomia entre os top de linha


O Galaxy Note 9 foi apresentado oficialmenteno Brasil no final de agosto, chegando às lojas na segunda quinzena de setembro. O TudoCelular já está com o dispositivo em mãos e vamos iniciar os testes com nossa tradicional simulação de uso real, para testar a bateria.
Mas, primeiro, vamos situar um pouco as coisas: o phablet tem chipset Snapdragon 845, o mesmo do Galaxy S9 e S9 Plus, tela um pouco maior, com 6,4 polegadas em 18,5:9, utiliza resolução padrão em Full Hd+, podendo ser melhorada para o Quad HD+, e traz bateria de 4.000mAh, ou 500mAh a mais que o S9 Plus - com apenas 0,2" a mais de tela.
Com isso, a expectativa é que a autonomia seja satisfatoriamente maior que o modelo grande dos flagships lançados no primeiro semestre. Para descobrir, vamos realizar o nosso teste, que funciona da seguinte maneira: temos uma lista de aplicativos, que é sempre a mesma, em todos os aparelhos testados.
Cada app tem um tempo de uso em cada ciclo, e cada ciclo dura pouco menos de uma hora. Entre os ciclos, fazemos uma pausa de meia hora, deixando o smartphone em standby. Eis os apps e tempos de uso:
  • 6 minutos de navegação no site do Tudo Celular usando o Chrome, vídeos no YouTube, vídeo no MX Player, streaming no Spotify, músicas no PowerAMP, WhatsApp e jogos;
  • 4 minutos de chamadas via 3G;
  • 2 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps.
  • Foram repetidos vários ciclos com intervalos de 30 minutos até esgotar totalmente a bateria do aparelho. Desta forma, tivemos uma ideia mais precisa da real autonomia.
Resultado
Após um dia inteiro de testes, chegamos aos seguintes resultados sobre a bateria do Galaxy Note 9:
  • Foram necessárias 17 horas e 18 minutos para esgotar a bateria do dispositivo, que ainda ficou com 4% de carga ao final.
  • A tela permaneceu ligada por 8 horas e 24 minutos.
  • Neste período foram feitas ligações que totalizaram 48 minutos.
  • Realizamos 12 ciclos completos de testes que incluíram:
  • 72 minutos de navegação no Chrome;
  • 360 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, Chrome, MX Player e YouTube (72 minutos cada);
  • 72 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers e Asphalt 8);
  • 72 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (24 minutos cada);
  • 48 minutos de chamadas de voz via 3G/4G;
  • Temperatura da bateria ficou entre 25 e 32°C.
  • O consumo em standby ficou próximo de 2% a cada hora percorrida.
Ainda vamos cronometrar o tempo que leva para o carregador padrão preencher os 100% da carga, e atualizaremos a página com a informação.
Conclusão

A autonomia do Galaxy Note 9 é boa, ainda mais ao comparar com outros flagships. No entanto, a capacidade de 4.000mAh prometia duração maior do que vimos. O Huawei Mate 10 Pro, por exemplo, suportou 19 horas e meianesse mesmo teste.
O lado bom é que o phablet da Samsung superou bastante o seu antecessor, e também o Galaxy S9 Plus, que tem tela um pouco menor e 500mAh a menos de carga. Comparando com outros top de linha que já testamos, o tempo do Note 9 fica na quinta posição, atrás, além do já citado Mate 10 Pro, do One Plus 5T, One Plus 5, Mi 7Mix, e Mi Mix 2(empatado tecnicamente com este último)
Porém, é bom notar que, tirando o Mi Mix (4.400 mAh, tela de 6,4") e o Mate 10 Pro (mesma capacidade do Note 9, mas tela menor, de 6"), todos possuem menos carga, mas também tela menor que o phablet da Samsung.